Liturgia diária

Agenda litúrgica

2021-03-21

DOMINGO V DA QUARESMA

Roxo – Ofício próprio (Semana I do Saltério).
+ Missa própria, Credo, pf. da Quaresma.

L 1 Jer 31, 31-34; Sal 50 (51), 3-4. 12-13. 14-15
L 2 Hebr 5, 7-9
Ev Jo 12, 20-33

Em vez das leituras acima indicadas, podem tomar-se as leituras do Ano A, se for mais oportuno e devem tomar-se se houver escrutínios de catecúmenos.
* Proibidas todas as Missas de defuntos, mesmo a exequial.
* Na Ordem de Cister e na Ordem Cisterciense da Estrita Observância – Aniversário da Fundação da Ordem de Cister (1098).
* II Vésp. do domingo – Compl. dep. II Vésp. dom.

 

 

Martirológio

1.   No Egipto, São Serapião, anacoreta.

2.   Comemoração dos santos mártires de Alexandria, que, no tempo do imperador Constâncio e do prefeito Filágrio, dentro das igrejas invadidas por arianos e pagãos, foram mortos na Sexta-Feira da Paixão do Senhor.

3.   Em Lauconne, na Gália Lionense, actualmente na França, o dia natal de São Lupicino, abade, que, com o seu irmão São Romão, seguiu a observância da vida monástica nos montes Jura.

4*.   Na Irlanda, Santo Endeu, abade, que fundou na ilha de Aran um cenóbio tão célebre que, pela sua fama, era chamada ilha dos Santos.

5.   Em Montecassino, na Itália, o dia natal de São Bento, abade, cuja memória é celebrada no dia onze de Julho.

6.   Em Constantinopla, hoje Istambul, na Turquia, a paixão de São Tiago Confessor, que lutou arduamente pelo culto das sagradas imagens e terminou a sua vida com um glorioso martírio.

7.   Em Valence, no território de Vienne, na França, São João, bispo, anteriormente abade de Bonnevaux, que sofreu muitas adversidades pela defesa da justiça e ajudou com exímia caridade os camponeses, os pobres e os mercadores arruinados pelas dívidas.

8.   Na região montanhosa de Ranft, perto de Sachseln, na Suíça, São Nicolau de Flüe, que, chamado por inspiração celeste a uma condição de vida mais perfeita, se separou da esposa e dos dez filhos e foi viver num monte como anacoreta. Famoso pela duríssima penitência e isolamento do mundo, apenas uma vez saiu da solidão, quando, perante a ameaça da guerra civil, com uma breve exortação conciliou os adversários.

9*.   Em Dorchester, na Inglaterra, o Beato Tomás Pilchard, presbítero e mártir, homem culto e afável, que, no reinado de Isabel I, foi condenado ao suplício da forca em ódio ao sacerdócio. Com ele comemora-se também Guilherme Pike, mártir, um carpinteiro, que no mesmo lugar e em dia desconhecido, por ordem da mesma rainha foi crudelissimamente dissecado por se ter reconciliado com a Igreja Romana.

10*.   Em York, também na Inglaterra, o Beato Mateus Flathers, presbítero e mártir, que tendo sido aluno do Colégio dos Ingleses de Douai, no reinado de Jaime I foi dilacerado vivo pela sua fidelidade a Cristo.

11.   Em Sichuan, província da China, a comemoração de Santo Agostinho Zhao Rong, presbítero e mártir, que, durante a perseguição, foi preso e morto pelo nome de Cristo num dia incerto de primavera.

12*.   Em Ronco Scrívia, na Ligúria, região da Itália, Santa Benedita Cambiágio Frassinello, que de acordo com o esposo renunciou à vida conjugal e fundou o Instituto das Irmãs Beneditinas da Providência, para a formação das jovens pobres e abandonadas.

13♦.   Em Atotonilco, perto de Guadalajara, região de Jalisco, no México, o Beato Miguel Gómez Loza, pai de família e mártir.