Liturgia diária

Agenda litúrgica

2020-10-15

QUINTA-FEIRA da semana XXVIII

S. Teresa de Jesus, virgem e doutora da Igreja – MO
Branco – Ofício da memória.
Missa da memória.

L 1 Ef 1, 1-10; Sal 97 (98), 1. 2-3ab. 3cd-4. 5-6
Ev Lc 11, 47-54

* Na Ordem Carmelita e na Ordem dos Carmelitas Descalços – S. Teresa de Jesus, virgem e doutora da Igreja – FESTA e SOLENIDADE
* Na Diocese de Angra (Sé) – I Vésp. do aniversário da Dedicação da Igreja Catedral.
* Na Congregação das Filhas de São Camilo – I Vésp. de S. Josefina Vannini.

 

Missa

 

ANTÍFONA DE ENTRADA Salmo 129, 3-4
Se tiverdes em conta as nossas faltas,
Senhor, quem poderá salvar-se?
Mas em Vós está o perdão, Senhor Deus de Israel.


ORAÇÃO COLECTA
Nós Vos pedimos, Senhor, que a vossa graça
preceda e acompanhe sempre as nossas acções
e nos torne cada vez mais atentos
à prática das boas obras.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.


LEITURA I (anos pares) Ef 1, 1-10
«Escolheu-nos, em Cristo, antes da criação do mundo»

Começamos a leitura de uma nova Epístola. A passagem que hoje lemos é um verdadeiro hino, que possivelmente já existia antes desta epístola ter sido escrita e que o autor nela introduziu. Este hino celebra o “mistério”, o plano de Deus sobre toda a criação, que é, finalmente, o de reconduzir todo o Universo à unidade, tendo Cristo como Cabeça.

Leitura da Epístola do apóstolo São Paulo aos Efésios
Irmãos: Paulo, Apóstolo de Jesus Cristo por vontade de Deus, aos cristãos que vivem em Éfeso, fiéis em Jesus Cristo. A graça e a paz de Deus, nosso Pai, e de Jesus Cristo, nosso Senhor, estejam convosco. Bendito seja Deus, Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo, que do alto dos Céus nos abençoou com toda a espécie de bênçãos espirituais em Cristo. N’Ele nos escolheu, antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis, em caridade, na sua presença. Ele nos predestinou, conforme a benevolência da sua vontade, a fim de sermos seus filhos adoptivos, por Jesus Cristo, para louvor da sua glória e da graça que derramou sobre nós, por seu amado Filho. N’Ele, pelo seu sangue, temos a redenção e a remissão dos pecados, segundo a riqueza da sua graça, que Ele nos concedeu em abundância, com plena sabedoria e inteligência. Ele deu-nos a conhecer o mistério da sua vontade, o desígnio de benevolência n’Ele de antemão estabelecido, para se realizar na plenitude dos tempos: instaurar todas as coisas em Cristo, tudo o que há nos Céus e na terra.
Palavra do Senhor.


SALMO RESPONSORIAL Salmo 97 (98), 1.2-3ab.3cd-4.5-6 (R. 2a)
Refrão: O Senhor revelou a sua salvação. Repete-se

Cantai ao Senhor um cântico novo
pelas maravilhas que Ele operou.
A sua mão e o seu santo braço
Lhe deram a vitória. Refrão

O Senhor deu a conhecer a salvação,
revelou aos olhos das nações a sua justiça.
Recordou-Se da sua bondade e fidelidade
em favor da casa de Israel. Refrão

Os confins da terra puderam ver
a salvação do nosso Deus.
Aclamai o Senhor, terra inteira,
exultai de alegria e cantai. Refrão

Cantai ao Senhor ao som da cítara,
ao som da cítara e da lira;
ao som da tuba e da trombeta,
aclamai o Senhor, nosso Rei. Refrão


ALELUIA Jo 14, 6
Refrão: Aleluia. Repete-se
Eu sou o caminho, a verdade e a vida, diz o Senhor:
ninguém vai ao Pai senão por Mim. Refrão


EVANGELHO Lc 11, 47-54
«Serão pedidas contas do sangue dos profetas,
desde o sangue de Abel até ao sangue de Zacarias»

Os mais responsáveis pelo ensino da lei tinham-se deixado endurecer e impediam até os outros de atingirem o conhecimento profundo e autêntico das Escrituras. Jesus tem contra eles estas severas admoestações. E assim nos ensina que não podemos reduzir a Palavra de Deus a uma série de preceitos morais, por mais elevados que eles sejam, mas que devemos ver neles a revelação dos desígnios de Deus sobre os homens, revelação que nos ensina a entender a vida como Deus a entende e a vivê-la em resposta ao seu plano de amor por nós. A revelação plena de tais desígnios só Jesus a trouxe aos homens.

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas
Naquele tempo, disse o Senhor aos doutores da lei: «Ai de vós, porque edificais os túmulos dos profetas, quando foram os vossos pais que os mataram. Assim dais testemunho e aprovação às obras dos vossos pais, porque eles mataram-nos e vós levantais os monumentos. É por isso que a Sabedoria de Deus disse: ‘Eu lhes enviarei profetas e apóstolos; e eles hão-de matar uns e perseguir outros’. Mas Deus vai pedir contas a esta geração do sangue de todos os profetas, que foi derramado desde a criação do mundo, desde o sangue de Abel até ao sangue de Zacarias, que pereceu entre o altar e o Santuário. Sim, Eu vos digo que se pedirão contas a esta geração. Ai de vós, doutores da lei, porque tirastes a chave da ciência: vós não entrastes e impedistes os que queriam entrar!». Quando Jesus saiu dali, os escribas e os fariseus começaram a persegui-l’O terrivelmente e a provocá-l’O com perguntas sobre muitas coisas, armando-Lhe ciladas, para O surpreenderem nalguma palavra da sua boca.
Palavra da salvação.


ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS
Aceitai, Senhor,
as orações e as ofertas dos vossos fiéis
e fazei que esta celebração sagrada
nos encaminhe para a glória do Céu.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.


ANTÍFONA DA COMUNHÃO Salmo 33, 11
Os ricos empobrecem e passam fome;
mas nada falta aos que procuram o Senhor.

Ou cf. 1 Jo 3, 2
Quando o Senhor Se manifestar,
seremos semelhantes a Ele,
porque O veremos na sua glória.


ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO
Deus de infinita bondade,
que nos alimentais com o Corpo e o Sangue do vosso Filho,
tornai-nos também participantes da sua natureza divina.
Ele que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

 

Santo

S. TERESA DE JESUS, virgem e doutora da Igreja

 

 

Martirológio

Memória de Santa Teresa de Jesus, virgem e doutora da Igreja, que, agregada à Ordem das Carmelitas em Ávila, na Espanha, foi mãe e mestra de uma observância mais estrita e concebeu em seu coração um caminho de perfeição espiritual sob a forma de ascensão por degraus da alma até Deus; ao empreender a reforma da sua Ordem, teve de sofrer muitas tribulações, mas tudo suportou com fortaleza invencível; também escreveu livros, em que expõe uma doutrina profunda e o fruto das suas experiências.

 

2.       Em Edessa, na Síria, hoje Sanliurfa, na Turquia, a comemoração de São Barsés, bispo, que, expulso para terras distantes pelo imperador ariano Valente por causa da sua fé católica, finalmente fatigado pelo exílio em três lugares diversos, faleceu num dia desconhecido do mês de Março.

3.       Em Tréveris, na Gália Bélgica, actualmente na Alemanha, São Severo, bispo, que foi discípulo de São Lopo de Troyes, acompanhou São Germano de Auxerre na erradicação da heresia de Pelágio na Bretanha e pregou aos Germanos o Evangelho de Cristo.

4.       Em Kitzingen, na Germânia, também na actual Alemanha, Santa Tecla, abadessa, que, enviada da Inglaterra para auxiliar São Bonifácio, dirigiu o mosteiro de Ochsenfurt e depois o de Kitzingen.

5.       No mosteiro de Trebnitz, na Silésia, hoje na Polónia, o dia natal de Santa Edviges, religiosa, cuja memória se celebra amanhã.

6*.     Em Torres Vedras, cidade de Portugal, o Beato Gonçalo de Lagos, cuja memória se celebra em Portugal no dia vinte e sete de Outubro.

7♦.     Em Hiji, no Japão, o Beato Baltasar Kagayama Hanzaemon e seu filho Tiago, mártires.

8.       Em Nagasáki, também no Japão, Santa Madalena, virgem e mártir, que, no tempo do imperador Yemitsu, foi tão forte de ânimo em fomentar a fé como em suportar o suplício da forca durante treze dias.

9.       Em Valência, na Espanha, o Beato Narciso Basté Basté, presbítero da Companhia de Jesus e mártir, que, aceitando fielmente as palavras de Jesus, em tempo de perseguição contra a fé, pela sua morte passou à vida gloriosa.

10♦.   Em Barajas, perto de Madrid, também na Espanha, o Beato Cipriano Alguacil Torredenaida, religioso da Ordem dos Pregadores e mártir, que, durante a mesma perseguição, consumou gloriosamente o seu combate pela fé.