Santos

S. NEREU e S. AQUILEU, mártires

 

Nota Histórica

Eram soldados adstritos ao tribunal militar. Convertidos à fé de Cristo, abandonaram o exército. Por isso foram condenados à morte, provavelmente no tempo de Diocleciano. O seu sepulcro conserva-se no cemitério da Via Ardeatina, onde há uma basílica edificada em sua honra.

 

Missa

ORAÇÃO
Deus todo-poderoso, fazei-nos sentir a intercessão dos gloriosos mártires São Nereu e Santo Aquileu, que nos deram, pelo seu martírio, tão grande testemunho da fé. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

 

Liturgia das Horas

Dos Comentários de Santo Agostinho, bispo,
sobre os salmos

(Salmo 61, 4: CCL 39, 773-775) (Sec. V)

Os sofrimentos de Cristo não são só de Cristo

Jesus Cristo é um homem, com a sua cabeça e o seu corpo: Salvador do corpo e membros do corpo são dois numa só carne, numa só voz, numa só paixão, e, quando passar o tempo da iniquidade, num só descanso. Por isso, os sofrimentos de Cristo não são só de Cristo, ou melhor, os sofrimentos de Cristo não são senão de Cristo.
Na verdade, se se pensa em Cristo como cabeça e corpo, os sofrimentos de Cristo só o são em Cristo; mas se se pensa apenas em Cristo cabeça, os sofrimentos de Cristo não o são só em Cristo. Com efeito, se os sofrimentos de Cristo só atingem a Cristo, isto é, à cabeça, como pode dizer um dos seus membros, o apóstolo Paulo: Para eu completar na minha carne o que falta à paixão de Cristo?
Portanto, se és membro de Cristo – quem quer que sejas tu que ouves, ou mesmo que não oiças (dalgum modo ouvirás se és membro de Cristo) – tudo quanto sofreres da parte dos que não são membros de Cristo, é parte do que faltava aos sofrimentos de Cristo.
Por isso se diz que faltava. Tu vens encher a medida, mas não a fazes transbordar. Tu sofres apenas o que faltava da tua parte à paixão total de Cristo, que sofreu como nossa cabeça e sofre ainda nos seus membros, isto é, em nós próprios.
Assim como numa comunidade civil, ou «república», cada um paga, segundo as suas posses, o que lhe compete, também cada um de nós contribui para esta comunidade, na medida das suas possibilidades, com uma espécie de cânon ou quota de sofrimentos. A liquidação total dos sofrimentos de todos só se verificará quando chegar o fim do mundo.
Não julgueis, portanto, irmãos, que todos os justos que foram vítimas de injusta perseguição, mesmo aqueles que foram enviados antes da manifestação do Senhor para preparar a sua vinda, não pertenciam aos membros de Cristo. É impossível que não pertença aos membros de Cristo quem faz parte da cidade que tem Cristo como rei.
Na verdade, toda essa cidade fala, desde o sangue do justo Abel até ao sangue de Zacarias. E a partir de então, desde o sangue de João Baptista, é uma só cidade que fala através do sangue dos Apóstolos, do sangue dos mártires, do sangue dos fiéis de Cristo.