Santos

S. MARCOS, Evangelista

 

Nota Histórica

Era primo de Barnabé. Acompanhou o apóstolo Paulo na sua primeira viagem, e depois também o acompanhou a Roma. Foi discípulo de Pedro, de cuja pregação se fez intérprete no Evangelho que escreveu. É-lhe atribuída a fundação da Igreja de Alexandria.

 

Missa

ANTÍFONA DE ENTRADA Mc 16, 15
Ide por todo o mundo
e proclamai o Evangelho a todos os povos da terra.
Aleluia.

Diz-se o Glória.


ORAÇÃO COLECTA
Senhor,
que confiastes ao evangelista São Marcos
a missão de proclamar o Evangelho,
fazei que aproveitemos de tal modo os seus ensinamentos
que sigamos fielmente os passos de Cristo.
Ele que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.


LEITURA I 1 Pedro 5, 5b-14
«Saúda-vos Marcos, meu filho»

Leitura da Primeira Epístola de São Pedro
Caríssimos:
Revesti-vos de humildade, uns para com os outros,
porque «Deus resiste aos soberbos e dá a graça aos humildes».
Humilhai-vos sob a poderosa mão de Deus,
para que Ele vos exalte no tempo oportuno.
Confiai-Lhe todas as vossas preocupações,
porque Ele vela por vós.
Sede sóbrios e vigiai.
O vosso inimigo, o diabo, anda à vossa volta,
como leão que ruge, procurando a quem devorar.
Resisti-lhe, firmes na fé,
sabendo que os vossos irmãos espalhados pelo mundo
suportam os mesmos sofrimentos.
O Deus de toda a graça,
que vos chamou para a sua eterna glória em Cristo,
depois de terdes sofrido um pouco, vos restabelecerá,
vos aperfeiçoará, vos fortificará e vos tornará inabaláveis.
A Ele o poder e a glória pelos séculos dos séculos. Amen.
Foi por meio de Silvano, a quem considero irmão de confiança,
que vos escrevi estas breves palavras,
para vos exortar e assegurar
que é esta a verdadeira graça de Deus.

Permanecei firmes nela.
Saúda-vos a comunidade estabelecida em Babilónia,
eleita como vós,
e também Marcos, meu filho.
Saudai-vos uns aos outros com o ósculo da caridade.
Paz a todos os que estais em Cristo.
Palavra do Senhor.

SALMO RESPONSORIAL Salmo 88 (89), 2-3.6-7.16-17 (cf. R. 2a)
Refrão: Senhor, cantarei eternamente a vossa misericórdia.

Cantarei eternamente as misericórdias do Senhor
e para sempre proclamarei a sua fidelidade.
Vós dissestes:
«A bondade está estabelecida para sempre»,
no céu permanece firme a vossa fidelidade.

Senhor, os céus proclamam as vossas maravilhas
e a assembleia dos santos a vossa fidelidade.
Quem sobre as nuvens se pode comparar ao Senhor?
Quem entre os filhos de Deus será igual ao Senhor?

Feliz do povo que sabe aclamar-Vos
e caminha, Senhor, à luz do vosso rosto.
Todos os dias aclama o vosso nome
e se gloria com a vossa justiça.


ALELUIA 1 Cor 1, 23a-24b

Refrão: Aleluia. Repete-se.
Nós pregamos Cristo crucificado,
poder de Deus e sabedoria de Deus. Refrão


EVANGELHO Mc 16, 15-20
«Pregai o Evangelho a toda a criatura»

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos
Naquele tempo,
Jesus apareceu aos onze Apóstolos e disse-lhes:
«Ide por todo o mundo
e pregai o Evangelho a toda a criatura.
Quem acreditar e for baptizado será salvo;
mas quem não acreditar será condenado.
Eis os milagres que acompanharão os que acreditarem:
expulsarão os demónios em meu nome;
falarão novas línguas;
se pegarem em serpentes ou beberem veneno,
não sofrerão nenhum mal;
e quando impuserem as mãos sobre os doentes,
eles ficarão curados».
E assim o Senhor Jesus, depois de ter falado com eles,
foi elevado ao Céu e sentou-Se à direita de Deus.
Eles partiram a pregar por toda a parte
e o Senhor cooperava com eles,
confirmando a sua palavra
com os milagres que a acompanhavam.
Palavra da salvação.


ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS
Aceitai, Senhor, o sacrifício de louvor que Vos oferecemos,
ao celebrar a memória gloriosa de São Marcos,
e fazei que a vossa Igreja permaneça sempre fiel
à missão de anunciar o Evangelho.
Por Nosso Senhor.


Prefácio dos Apóstolos II


ANTÍFONA DA COMUNHÃO Mt 28, 20
Eu estou sempre convosco até ao fim dos tempos, diz o Senhor.
Aleluia.


ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO
Os dons que recebemos do vosso altar
nos santifiquem, Senhor,
e nos confirmem na fidelidade ao Evangelho
que São Marcos transmitiu à vossa Igreja.
Por Nosso Senhor.

 

Liturgia das Horas

Do Tratado de Santo Ireneu, bispo, «Contra as heresias»

(L. 1, 10, 1-3: PG 7, 550-554) (Sec. III)

A pregação da verdade

A Igreja, espalhada pelo mundo inteiro até aos confins da terra, recebeu dos Apóstolos e de seus discípulos a fé num só Deus, Pai todo-poderoso, que fez o céu e a terra, o mar e tudo quanto neles existe; e num só Jesus Cristo, Filho de Deus, que Se fez homem para nossa salvação; e no Espírito Santo, que pela boca dos Profetas anunciou antecipadamente os desígnios de Deus: a vinda de Jesus Cristo, Nosso Senhor, o seu nascimento de uma Virgem, a sua paixão e ressurreição de entre os mortos, a sua ascensão corporal ao Céu, a sua futura vinda do Céu com a glória do Pai. Então virá para recapitular todas as coisas e ressuscitar todos os homens, a fim de que, diante de Cristo Jesus, nosso Senhor, Deus, Salvador e Rei, segundo a vontade do Pai invisível, todo o joelho se dobre no céu, na terra e nos abismos, e toda a língua O proclame [Senhor], e Ele julgue todos os homens com justiça.
A Igreja recebeu, como dissemos, e guarda diligentemente essa pregação e essa fé; apesar de espalhada pelo mundo inteiro, guarda-a como se habitasse numa só casa; acredita nela como quem possui uma só alma e um só coração; e proclama-a, ensina-a e transmite-a, como se tivesse uma só boca. Porque, embora no mundo haja línguas diversas, a força da tradição é só uma e a mesma para todos.
Não crêem nem transmitem coisas diferentes as Igrejas fundadas na Germânia, as que se encontram na Ibéria e nas terras dos celtas, nem as do Oriente, do Egipto e da Líbia, ou as do centro do mundo. Assim como o sol, criatura de Deus, é um só e o mesmo para todo o universo, assim também a pregação da verdade brilha em toda a parte e ilumina todos os homens que desejam chegar ao conhecimento da verdade.
E dos que presidem nas Igrejas, nem o muito eloquente dirá coisas diferentes das que enumerámos (pois ninguém está acima do Mestre divino); nem o orador menos hábil debilitará a força da tradição. Sendo uma e a mesma fé, nem aquele que muito diz sobre ela a aumenta, nem aquele que diz menos a diminui.