Cantoral Nacional para a Liturgia

Proposta de cânticos para a Eucaristia Dominical

 

ANO B

ADVENTO

1º Domingo do Advento

Cântico de Entrada
161 – A Vós, Senhor, elevo
673 – Ó Céus do alto rociai
346 – Ó nuvens chovei – Desça o orvalho

Salmo Responsorial
Senhor, nosso Deus (Salmos Responsoriais M. Luís 182)
Senhor, nosso Deus (Cantai Salmos ao Senhor Az. Oliveira 10B)

Cântico da Comunhão
738 – O Senhor nos dará a felicidade
739 – O Senhor nosso Deus virá

Cântico depois da Comunhão
1009 – Vinde, Senhor e salvai-nos
1013 – Vinde, vinde, não tardeis

 

2º Domingo do Advento

Cântico de Entrada
818 – Povo de Sião
557 – Jesus Cristo, luz da nações
603 – Maranatha, Maranatha. Aleluia
604 – Maranatha! Vinde, Senhor Jesus

Salmo Responsorial
629 – Mostrai-nos o vosso amor – I
630 – Mostrai-nos o vosso amor – II

Cântico da Comunhão
579 – Levanta-te, Jerusalém, sobe – I
580 – Levanta-te, Jerusalém, sobe – II
909 – Senhor, descei a nós

Cântico depois da Comunhão
824 – Preparai os caminhos do Senhor – I
825 – Preparai os caminhos do Senhor – II
1011 – Vinde, Senhor, vinde salvar-nos

 

3º Domingo do Advento

Cântico de Entrada
187 – Alegrai-vos no Senhor
193 – Alegra-te, Jerusalém
169 – Abri as portas ao Redentor

Salmo Responsorial
A minha alma exulta no Senhor (Salmos Responsoriais M. Luís 186)
Exulto de alegria, exulto no Senhor (Cantai Salmos ao Senhor Az. Oliveira 15B)

Cântico da Comunhão
374 – Dizei aos desanimados
427 – Estai preparados – I
428 – Estai preparados – II
998 – Vinde a nós, Senhor Jesus

Cântico depois da Comunhão
747 – O Senhor vem e não tardará
429 – Este é Aquele de quem João dizia

 

4º Domingo do Advento

Cântico de Entrada
345 – Derramai, ó Céus
346 – Desça o orvalho

Salmo Responsorial
907 – Senhor, cantarei eternamente
Senhor, cantarei eternamente (Salmos Responsoriais M. Luís 188)
Cantarei eternamente as misericórdias do Senhor (Cantai Salmos ao Senhor Az. Oliveira 18B)

Cântico da Comunhão
162 – A Virgem conceberá
393 – Eis que uma Virgem conceberá

Cântico depois da Comunhão
643 – No fim dos tempos
672 – Ó Céus, dai-nos o justo