Liturgia diária

Agenda litúrgica

2018-10-07

DOMINGO XXVII DO TEMPO COMUM

Verde – Ofício do domingo (Semana III do Saltério). Te Deum.
+ Missa própria, Glória, Credo, pf. dominical.

L 1 Gen 2, 18-24; Sal 127 (128), 1-2. 3. 4-6
L 2 Hebr 2, 9-11
Ev Mc 10, 2-16 ou Mc 10, 2-12

* Proibidas as Missas de defuntos, excepto a exequial.
* Na Diocese de Bragança-Miranda – Aniversário da Dedicação da Igreja Catedral (2001). Na Catedral – SOLENIDADE; nas outras igrejas da Diocese – Ofício e Missa do domingo.
* Na Diocese de Leiria-Fátima – Ofertório para o «Dia anual da Diocese».
* Na Diocese de Portalegre-Castelo Branco – Aniversário da tomada de posse de D. Antonino Eugénio Fernandes Dias.
* Na Diocese do Porto – Ofertório para o Fundo de Ajuda aos Sacerdotes.
* Na Ordem de São Domingos (Conventos de Fátima e de Lisboa – Corpo Santo) – Nossa Senhora do Rosário – SOLENIDADE
*   Na Congregação das Missionárias da Caridade – Aniversário da fundação da Congregação (1946).
* Na Congregação das Missionárias Dominicanas do Rosário – Nossa Senhora do Rosário, Titular da Congregação – SOLENIDADE
* II Vésp. do domingo – Compl. dep. II Vésp. dom.

 

 

Santo

NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO

 

 

Martirológio

Memória de Nossa Senhora do Rosário, no dia em que, pela recitação do Rosário ou coroa mariana, se invoca o auxílio da Santa Mãe de Deus, meditando os mistérios de Cristo, tendo por guia aquela que esteve associada de modo singular à Encarnação, Paixão e Ressurreição do Filho de Deus.

 

2.   Em Cápua, na Campânia, região da Itália, São Marcelo, mártir.

3.   Em Pádua, na Venécia, hoje no Véneto, região da Itália, Santa Justina, virgem e mártir.

4.   Em Betsáloe, na Augusta Eufratésia, hoje na Síria, os santos Sérgio e Baco, mártires.

5.   Em Roma, São Marcos, papa, que fundou o título «in Pallacínis», actual igreja de São Marcos, e mandou construir uma basílica no cemitério de Balbina, junto à Via Ardeatina, onde foi sepultado.

6.   Em Bourges, na Aquitânia, hoje na França, Santo Augusto, presbítero e abade, que tinha as mãos e os pés anquilosados de modo que só se apoiava sobre os joelhos e os cotovelos; curado por intercessão de São Martinho, constituiu uma comunidade de monges e dedicou-se ininterruptamente à oração.

7*.   Em Saintes, também na Aquitânia, São Paládio, bispo, que erigiu uma basílica sobre o túmulo de Santo Eutrópio e fomentou na sua cidade episcopal o culto dos santos.

8*.   No mosteiro de Bellafuente, hoje Valparaíso, em Castela e Leão, região da Espanha, o Beato Martinho Cid, abade, que fundou este cenóbio e o agregou à Ordem Cisterciense.

9♦.   Em Arima, no Japão, os beatos mártires Adrião Takahashi Mondo e sua esposa Joana Takahashi; Leão Hayashida Sukeemon, sua esposa Marta Hayashida e seus filhos Madalena Hayashida e Diogo Hayashida; Leão Takedomi Han’emon e seu filho Paulo Takedomi Han’emon.

10*.   Ao largo de Rochefort, na França, o Beato João Hunot, presbítero e mártir, que, por causa da sua condição de sacerdote, na Revolução Francesa foi encerrado num barco-prisão, onde consumou o testemunho da sua fidelidade a Deus.

11♦.   Em Pisa, na Itália, o Beato José Toniolo, pai de família e cooperador salesiano.

12*.   Em Benaguacil, localidade da província de Valência, na Espanha, o Beato José Llosá Balaguer, religioso dos Terciários Capuchinhos de Nossa Senhora das Dores e mártir, que sofreu o martírio na perseguição contra a fé.

13♦.   Em Sasello, perto de Savona, cidade da Itália, a Beata Clara Badano (Clara “Luz”), jovem do Movimento dos Focolares.