Martirológio Romano

Jun 18, 2018

1.   Em Roma, no cemitério de Balbina, junto à Via Ardeatina, os santos Marcos e Marceliano, mártires durante a perseguição de Diocleciano, que se tornaram irmãos no mesmo martírio.

(† c. 304)

2.   Em Trípoli, na Fenícia, no actual Líbano, São Leôncio, soldado, que pelos terríveis suplícios sofridos no cárcere, alcançou a coroa do martírio.

(† s. IV)

3.   Na África Setentrional, os santos Ciríaco e Paula, mártires.

(† s. IV)

4.   Em Bordéus, na Aquitânia, actualmente na França, Santo Amando, bispo.

(† s. V)

5.   No monte Gemmariaro, perto de Sciacca, na Sicília ocidental, São Calógero, eremita.

(† s. V)

6.   Em Schönau, na Renânia da Germânia, na hodierna Alemanha, Santa Isabel, virgem, insigne na observância da vida monástica.

(† 1164)

7*.   Em Mântua, na Lombardia, região da Itália, a Beata Hossana Andreási, virgem, que, tomando o hábito das Irmãs da Penitência de São Domingos, associou com admirável sabedoria a contemplação das realidades divinas com as ocupações terrenas e a prática das boas obras.

(† 1505)

8.   Em Pádua, no Véneto, também região da Itália, São Gregório Barbarigo, bispo, que instituiu um seminário para clérigos, ensinou o catecismo às crianças no seu dialecto, convocou um sínodo e colóquios com o clero, abriu várias escolas, sendo liberal para com todos e severo para consigo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(† 1697)