Martirológio Romano

Jun 16, 2018

1.   Na Ásia Menor, na actual Turquia, a comemoração dos santos Quirico e Julieta, mártires.

(† data inc.)

2.   Em Besançon, na Gália Lionense, actualmente na França, os santos Ferréolo e Ferrúcio, mártires.

(† c. 211/212)

3.   Em Nantes, também na Gália Lionense, São Similiano, bispo, que é louvado como grande confessor da fé por São Gregório de Tours.

(† s. IV)

4.   Em Limassol, na ilha de Chipre, São Ticão, bispo, no tempo do imperador Teodósio o Jovem.

(† s. V)

5.   Em Mogúncia, na Gália Bélgica, actualmente na Alemanha, os santos Áureo, bispo, Justina, sua irmã, e companheiros mártires, que, segundo a tradição, durante a celebração da Eucaristia foram cruelmente assassinados pelos Hunos.

(† s. V)

6.   Em Lião, na Gália, actualmente na França, o sepultamento de Santo Aureliano, bispo de Arles, que, nomeado pelo papa Vigílio seu vicário na Gália, construiu na cidade dois mosteiros – um para homens, outro para mulheres – e deu-lhes uma regra própria.

(† 551)

7*.   Em Carrara, na Etrúria, hoje na Toscana, região da Itália, São Cecardo, bispo de Lúni e de Sarzano, que, iniquamente assassinado por obreiros nas pedreiras de mármore, foi considerado mártir.

(† 860)

8.   Em Meissen, na Saxónia, hoje na Alemanha, São Benão, bispo, que, por querer conservar a unidade da Igreja e a fidelidade ao Romano Pontífice, foi expulso da sua sede episcopal e enviado para o exílio.

(† 1106)

9.   No mosteiro das monjas cistercienses de Aywières, no Brabante, na actual Bélgica, Santa Lutgarda, virgem, insigne pela sua devoção ao Sagrado Coração do Senhor.

(† 1246)

10*.   Em Londres, na Inglaterra, o Beato Tomás Reding, mártir, monge da Cartuxa desta cidade, que, no reinado de Henrique VIII, permaneceu firmemente unido à Igreja e, por isso, condenado a ficar imobilizado por rígidas cadeias num imundo cárcere, morreu de fome e enfermidade.

(† 1537)

11*.   Num barco ancorado ao largo de Rochefort, na França, o Beato António Constante Auriel, presbítero e mártir, que, sendo vigário paroquial em Cahors, durante a Revolução Francesa foi encerrado numa sórdida galera por causa do seu sacerdócio e, em breve contagiado pela enfermidade contraída no auxílio aos companheiros de prisão, entregou a alma a Deus.

(† 1794)

12.   Em Lang-Coc, cidade do Tonquim, actualmente no Vietnam, os santos mártires Domingos Nguyen, médico, Domingos Nhi, Domingos Mao, Vicente e André Tuaong, agricultores, que, no tempo do imperador Tu Duc, presos ao mesmo tempo por causa da sua fé cristã e atormentados com muitos suplícios no cárcere, finalmente foram degolados.

(† 1862)

13*.   Em Ingenbohl, município do cantão de Schwiyz, na Suíça, a Beata Maria Teresa (Ana Maria Catarina Scherer), virgem, a primeira directora das Irmãs da Caridade de Santa Cruz.

(† 1888)