Martirológio Romano

Jun 14, 2018

1.   Em Samaria ou Sebaste, na Palestina, hoje Sivas, na Turquia, a comemoração de Santo Eliseu, discípulo de Elias, que foi profeta em Israel no tempo do rei Jorão até aos dias de Joás. Embora não tenha deixado oráculos escritos, pelos milagres que fez em favor dos estrangeiros anunciou a salvação que havia de vir para todos os homens.

2.   Em Aquileia, na Venécia, hoje no Friúli, região da Itália, São Proto, mártir.

(† data inc.)

3.   Em Soissons, na Gália Bélgica, actualmente na França, os santos Valério e Rufino, mártires.

(† s. IV)

4*.   Em Nápoles, na Campânia, região da Itália, São Fortunato, bispo.

(† s. IV)

5.   Em Vienne, na Borgonha, hoje na França, Santo Etério, bispo.

(† s. VII)

6.   Em Constantinopla, hoje Istambul, na Turquia, São Metódio, bispo, que, sendo monge, se dirigiu a Roma para defender o culto das sagradas imagens junto do papa Pascoal I e, ordenado bispo, celebrou solenemente o triunfo da verdadeira fé.

(† 847)

7.   Em Córdova, na Andaluzia, região da Espanha, os santos mártires Anastásio, presbítero, Félix, monge, e Digna, virgem, que morreram no mesmo dia e do mesmo modo: Anastásio, porque professou a fé cristã, perante os cônsules mouros, foi imediatamente passado à espada; com ele, pereceu também Félix, originário da Getúlia, na África Setentrional, que seguia a fé católica e a vida monástica nas Astúrias; Digna, ainda muito jovem, que repreendeu veementemente o juiz pela morte dos dois mártires, imediatamente foi degolada.

(† 853)

8♦.   Em Beapendi, cidade do estado de Minas Gerais, no Brasil, a Beata Francisca de Paula de Jesus (“Nhá Chica”), filha e neta de escravos, que, tendo ficado órfã aos dez anos, dedicou toda a sua humilde vida à oração e ao serviço dos mais necessitados.

 

 

 

 

 

 

 

 

(† 1895)