Martirológio Romano

Jan 07, 2018

São Raimundo de Penhaforte, presbítero da Ordem dos Pregadores, que foi exímio na ciência do Direito Canónico, escreveu obras de sólida doutrina e grande proveito sobre o sacramento da Penitência e, eleito mestre geral da sua Ordem, preparou para ela a redacção das novas Constituições. Em idade avançada, faleceu piedosamente em Barcelona, cidade da Espanha.

 

(† 1275)

2.   Em Melitene, na Arménia, hoje Malatya, na Turquia, São Polieucto, mártir, que, sendo soldado, constrangido pelo edito do imperador Décio a sacrificar aos deuses, quebrou as estátuas; por isso suportou muitos tormentos e, finalmente degolado, foi baptizado com o derramamento do seu sange.

(† c. 250)

3.   Em Nicomédia, na Bitínia, hoje Izmit, na Turquia, a paixão de São Luciano, presbítero e mártir da Igreja de Antioquia, célebre pela sua sabedoria e eloquência, que, levado ao tribunal para contínuas interrogações acompanhadas de torturas, persistiu intrepidamente em declarar-se cristão.

(† 312)

4*.   Em Passau, no Nórico, na actual Baviera, comemoração de São Valentim, bispo da Récia.

(† c. 450)

5.   Em Pavia, na Ligúria, região da Itália, São Crispim, bispo.

(† 467)

6*.   Em Chur, no território da Helvécia, actual Suíça, São Valentiniano, bispo, que socorreu os pobres com os seus bens, pagou o resgate de cativos e distribuiu vestes aos mais necessitados.

(† 548)

7*.   Em Solignac, junto de Limoges, na Aquitânia, hoje na França, São Tilo, discípulo de Santo Elói, que foi artesão e monge.

(† c. 702)

8*.   Em Constantinopla, hoje Istambul, na Turquia, São Ciro, bispo, que, sendo monge na Paflagónia, foi elevado à sede de Constantinopla, da qual foi depois expulso, morrendo no exílio.

(† 714)

9*.   Em Le Mans, na Gália, hoje na França, Santo Alderico, bispo, que se dedicou com grande ardor ao culto de Deus e dos Santos.

(† 856)

10.   Na floresta próxima de Ringsted, na Dinamarca, São Canuto Lavard, que, sendo duque de Schleswig, governou com prudência e bondade o principado e fomentou a piedade do seu povo, mas foi assassinado pelos inimigos que invejavam a sua autoridade.

(† 1137)

11.   Em Palermo, na Sicília, hoje região da Itália, o passamento do Beato Mateus Guimerá, bispo de Agrigento, da Ordem dos Menores, singularmente dedicado ao culto e à exaltação do Santíssimo Nome de Jesus.

(† 1451)

12*.   Em Suzuta, no Japão, o Beato Ambrósio Fernandes, mártir, que partiu para o Oriente à procura de comércio e lucro, mas, conquistado pelo fervor da vida cristã foi admitido como religioso na Companhia de Jesus e, depois de ter padecido muitas privações, morreu por Cristo no cárcere.

(† 1620)

13.   Em An Bai, localidade do Tonquim, hoje Vietnam, São José Tuân, mártir, que, sendo pai de família e agricultor, morreu degolado no tempo do imperador Tu Duc, por se ajoelhar e orar diante duma cruz, em vez de a calcar aos pés como lhe tinha sido ordenado.

(† 1862)

14.   Em Liège, na Bélgica, a Beata Maria Teresa do Sagrado Coração (Joana Haze), virgem, que fundou a Congregação das Filhas da Cruz, destinada ao serviço dos mais débeis e dos pobres.

(† 1876)