Martirológio Romano

Jul 03, 2017

Festa de São Tomé, Apóstolo, que não acreditou nos outros discípulos ao anunciarem-lhe que Jesus tinha ressuscitado; mas quando Jesus lhe mostrou o lado trespassado, exclamou: «Meu Senhor e meu Deus». Com esta fé, segundo a tradição, evangelizou os povos da Índia.

 

2.   Em Laodiceia, hoje Lataquia, na Síria, a comemoração de Santo Anatólio, bispo, que deixou obras escritas dignas de admiração não só para os homens de fé mas também para os filósofos.

(† s. III)

3.   Em Bízia, hoje Wiza, na Turquia, São Memnão centurião, mártir, que, tendo sido convertido à fé por São Severo, no tempo de Diocleciano e Maximiano foi com ele submetido a atrozes suplícios e subiu vencedor, antes dele, ao Céu.

(† c. s. III)

4.   Na Mésia, território actualmente compreendido entre a Roménia e a Bulgária, a comemoração dos santos Marcos e Mociano, mártires, que, por recusarem imolar aos ídolos e confessarem veementemente o nome de Cristo, por Cristo morreram decapitados.

(† c. s. IV)

5.   Em Altino, na Venécia, hoje no Véneto, região da Itália, Santo Heliodoro, bispo, que, instruído pelo ensino de São Valeriano de Aquileia, viveu na companhia de São Cromácio e de São Jerónimo e foi o primeiro a ocupar a sede episcopal desta cidade.

(† s. IV f.-V in.)

6*.   Em Constantinopla, hoje Istambul, na Turquia, Santo Anatólio, bispo, que professou a fé verdadeira nas duas naturezas de Cristo expressa pelo papa São Leão Magno na carta a Flaviano e contribuiu para que fosse professada no Concílio de Calcedónia.

(† 458)

7.   Em Roma, junto de São Pedro, São Leão II, papa, bom conhecedor das línguas grega e latina, amigo da pobreza e dos pobres, que confirmou os decretos do Concílio III de Constantinopla.

(† 683)

8*.   Em Toulouse, junto ao rio Garonne, na França, São Raimundo Gayrard, mestre-escola, que, após a morte da esposa, se entregou com grande diligência às obras de caridade, fundou um hospício e, finalmente, foi admitido entre os cónegos da basílica de São Saturnino.

(† 1118)

9.   Em Hung Yen, cidade do Tonquim, hoje no Vietnam, São José Nguyen Dinh Uyen, mártir, que era catequista e, no tempo do imperador Minh Mang, em ódio à fé cristã foi preso e morreu no cárcere.

(† 1838)

10.   Em Vinh Long, cidade da Cochinchina, também no actual Vietnam, São Filipe Phan Van Minh, presbítero e mártir, que, no tempo do imperador Tu Duc, por Cristo morreu decapitado.

(† 1853)

11*.   Em Fuencarral, actual bairro de Madrid, na Espanha, a Beata Maria Ana Mogas Fondcuberta, virgem, que fundou a Congregação das Irmãs da Mãe do Divino Pastor, para a formação das jovens e a assistência dos pobres e dos enfermos.

(† 1886)

12.   Num pântano junto de Dongyangtai, perto de Shenxian, no Hebei, província da China, os santos Pedro Zhao Mingzhen e João Baptista Zhao Mingxi, mártires, dois irmãos, que, na perseguição movida pelos membros da seita “Yihetuan”, esquecendo os perigos para a sua incolumidade, quando defendiam as mulheres e as crianças cristãs em fuga, foram mortos pelos inimigos.

(† 1900)