Martirológio Romano

Jul 21, 2017

São Lourenço de Brindes, presbítero e doutor da Igreja, que, tendo entrado na Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, desempenhou incansavelmente o ministério da pregação em várias regiões da Europa, quer para defender a Igreja dos ataques dos infiéis, quer para promover a reconciliação dos príncipes, quer no governo da sua Ordem, realizando toda a sua actividade com simplicidade e humildade. Morreu em Lisboa, cidade de Portugal, no dia 22 de Julho.

 

(† 1619)

2.   Em Marselha, na Provença, região da Gália, actualmente na França, São Vítor, mártir.

(† c. 292)

3.   Em Emessa, hoje Homs, na Síria, São Simeão Salo, que, movido pelo Espírito Santo, quis ser considerado louco por amor de Cristo e ignóbil aos olhos dos homens. Também a comemoração de São João, eremita, que, durante quase trinta anos, foi companheiro de São Simeão na peregrinação aos Lugares Santos e no ermo próximo do lago Asfáltite, na Judeia.

(† s. IV)

4.   Em Roma, a comemoração de Santa Praxedes, a cujo título foi dedicada a Deus uma igreja no Esquilino.

(† a. 491)

5.   Em Estrasburgo, cidade da Borgonha, actualmente na França, Santo Arbogasto, bispo.

(† s. VI)

6*.   Num barco-prisão ancorado ao largo de Rochefort, na França, o Beato Gabiel Pergaud, presbítero e mártir, que, sendo cónego regular na abadia de Beaulieu, no território de Sain-Brieuc, durante a Revolução Francesa, por causa do sacerdócio foi arrebatado para fora da abadia e encarcerado na esquálida galera, onde consumou o seu martírio, morrendo afectado por uma enfermidade contagiosa.

(† 1794)

7.   Em Yanzibian, próximo de Yangpingguan, na China, Santo Alberico Crescitélli, presbítero do Pontifício Instituto das Missões Estrangeiras e mártir, que, durante a perseguição dos “Yihetuan”, cruelmente espancado quase até à morte, foi no dia seguinte arrastado por um caminho pedregoso com os pés ligados até ao rio, onde, minuciosamente dilacerado e finalmente decapitado, recebeu a coroa do martírio.

(† 1900)

8.   A caminho de Daining, próximo de Yongnian, cidade do Hubei, província da China, a paixão de São José Wang Yumei, mártir na mesma perseguição.

(† 1900)

9♦.   Em Mora, próximo de Toledo, na Espanha, o Beato Agrícola Rodríguez Garcia de los Huertos, presbítero da diocese de Toledo e mártir, que durante a perseguição no combate da fé alcançou a vida eterna.

(† 1936)

10♦.   Em Morón de la Frontera, perto de Sevilha, na Espanha, os beatos mártires José Limón Limón, presbítero e José Blanco Salgado, religioso, ambos da Sociedade Salesiana, que durante a mesma perseguição, foram coroados pelo martírio no testemunho de Cristo.

(† 1936)