Martirológio Romano

May 19, 2017

1.   Em Roma, no cemitério de Calisto, junto à Via Ápia, Santo Urbano I, papa, que, depois do martírio de São Calisto, governou fielmente durante oito anos a Igreja Romana.

(† 230)

2.   Também em Roma, os santos Parténio e Calógero, mártires, que, no tempo do imperador Diocleciano, deram insigne testemunho de Cristo.

(† 304)

3*.   Em Arrás, na Nêustria, actualmente na França, Santo Adolfo, bispo simultaneamente de Arrás e de Cambrai.

(† 728)

4.   Em Cantuária, na Inglaterra, São Dunstano, bispo, que, como abade de Glastonbury, instaurou e propagou a vida monástica, e depois, sucessivamente na sede episcopal de Wincester, de Londres e finalmente de Cantuária, trabalhou para promover a concordância regular dos monges e das monjas.

(† 988)

5.   Em Florença, na Etrúria, hoje na Toscana, região da Itália, a Beata Humiliana, da Ordem Terceira de São Francisco, que suportou admiravelmente os maus tratos do esposo com exemplar paciência e mansidão e, quando ficou viúva, se consagrou totalmente à oração e às obras de caridade.

(† 1246)

6.   Em Fumone, perto de Alátri, no Lázio, região da Itália, o dia natal de São Pedro Celestino, que, depois de praticar a vida eremítica nos Abruzos com fama de santidade e dom de milagres, já octogenário foi eleito Pontífice Romano, tomando o nome de Celestino V, mas no mesmo ano abdicou deste cargo e preferiu regressar à solidão.

(† 1296)

7.   Num castelo próximo de Tréguier, na Bretanha Menor, região da França, Santo Ivo, presbítero, que exerceu a justiça sem acepção de pessoas, promoveu a concórdia, defendeu as causas dos órfãos, das viúvas e dos pobres por amor de Cristo e recebeu os indigentes em sua casa.

(† 1303)

8*.   Em Sena, na Etrúria, hoje na Toscana, região da Itália, o Beato Agostinho Novélli, presbítero da Ordem dos Eremitas de Santo Agostinho, muito afeiçoado à verdadeira humildade e à perfeita observância religiosa.

(† 1310)

9*.   Em Granada, na Espanha, os beatos mártires João de Cetina, presbítero, e Pedro de Dueñas, religioso, ambos da Ordem dos Menores Conventuais, que, pela sua profissão de fé em Cristo, foram mortos às mãos do próprio rei dos Mouros.

(† 1397)

10*.   Em Suzuta, no Japão, o Beato João de São Domingos Martinez, presbítero da Ordem dos Pregadores e mártir, que morreu por Cristo no cárcere.

(† 1619)

11*.   Em Londres, na Inglaterra, o Beato Pedro Wright, presbítero e mártir, que, tendo professado a fé da Igreja católica e entrado na Companhia de Jesus, onde foi promovido às Ordens Sacras, no tempo da República padeceu o patíbulo de Tyburn por causa do sacerdócio.

(† 1651)

12.   Em Fucécchio, na Etrúria, hoje na Toscana, região da Itália, São Teófilo da Corte, presbítero da Ordem dos Frades Menores, que promoveu muito os santos retiros para os Irmãos e mostrou grande devoção à Paixão do Senhor e à Virgem Maria.

(† 1740)

13.   Em Roma, São Crispim de Viterbo, religioso da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, que, durante as suas caminhadas pelas populações montanhosas a pedir esmola, ensinava aos camponeses os rudimentos da fé.

(† 1750)

14*.   Ao largo de Rochefort, na França, o Beato João Baptista Xavier Loir (João Luís Loir), presbítero da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos e mártir, que, durante a Revolução Francesa, aprisionado quase octogenário numa galera por causa do sacerdócio, aí foi encontrado de joelhos e morto.

(† 1794)

15♦.        Em Fianarantsoa, no Madagáscar, o Beato Rafael Luís Rafiringa, religioso dos Irmãos das Escolas Cristâs, que, convertido do paganismo, manteve a presença e a vitalidade da Igreja em Madagascar quando todos os sacerdotes tinham sido expulsos.

(† 1919)

16*.   Em Cartagena, cidade da Colômbia, Santa Maria Bernarda (Verena Bütler), virgem, natural da Suíça, que fundou a Congregação das Irmãs Missionárias Franciscanas de Maria Auxiliadora.

(† 1924)

17*.   No campo de concentração de Dachau, próximo de Munique, na Baviera, região da Alemanha, o Beato José Czempiel, presbítero e mártir, natural da Polónia, que, durante a guerra, morrendo numa câmara de gás letal, se associou ao sacrifício de Cristo.

(† 1942)

18♦.        Em Partinico, localidade da Sicília, região da Itália, a Beata Josefina Suriano (Pina Suriano), leiga consagrada.

(† 1950)