Martirológio Romano

May 13, 2017

Nossa Senhora de Fátima, em Portugal, cuja contemplação, no lugar de Aljustrel, como Mãe clementíssima segundo a graça, sempre solícita pela adversidade dos homens, exorta multidões de fiéis à oração pelos pecadores e à íntima conversão dos corações.

(† 1917)

2.   Em Maastricht, na Gália Bélgica, actualmente na Holanda, São Servácio, bispo de Tongres, que, nas controvérsias suscitadas em vários concílios acerca da natureza de Cristo, defendeu a verdadeira fé nicena.

(† c. 384)

3*.   Em Poitiers, na Aquitânia, na actual França, Santa Inês, abadessa, que, consagrada pela bênção de São Germano de Paris, governou com grande espírito de caridade o mosteiro de Santa Cruz.

(† 588)

4*.   Em Goriano Sícoli, nos Abruzos, região da Itália, a Beata Gema, virgem, que viveu encerrada numa pequeníssima cela junto da igreja, de onde apenas podia ver o altar.

(† 1465)

5*.   Em Como, na Lombardia, também região da Itália, a Beata Madalena Albríci, abadessa da Ordem de Santo Agostinho, que estimulou eminentemente o fervor das irmãs religiosas.

(† 1834)

6*.   Em Le Puy-en-Valay, localidade da região de Poitiers, na França, Santo André Huberto Fournet, presbítero, que, sendo pároco durante a Revolução Francesa, embora proscrito pelos inimigos da Igreja, fortaleceu na fé os fiéis; e depois de restituída a paz à Igreja, juntamente com Santa Isabel Bichier des Âges, fundou o Instituto das Filhas da Cruz.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(† 1834)