Martirológio Romano

Mar 06, 2017

1.   Em Tortona, na Ligúria, hoje no Piemonte, região da Itália, São Marciano, venerado como bispo e mártir.

(† data inc.)

2.   Em Nicomédia, na Bitínia, hoje Izmit, na Turquia, São Vitorino, mártir.

(† data inc.)

3.   Em Tréveris, cidade da Gália Bélgica, hoje na Alemanha, São Quiríaco, presbítero.

(† s. IV in.)

4.   Comemoração de Santo Evágrio, bispo de Constantinopla, hoje Istambul, na Turquia, que, tendo sido deportado para o exílio pelo imperador Valente, partiu deste mundo para o Senhor como insigne confessor da fé.

(† c. 378)

5.   Em Toledo, na Espanha, São Julião, bispo, que reuniu nesta cidade três concílios e expôs nos seus escritos a recta doutrina, manifestando grande sentido da justiça, caridade e zelo das almas.

(† 690)

6.   Em Säckingen, no território da actual Suíça, São Fridolino, abade, que, oriundo da Irlanda, peregrinou através da Gália e chegou a Säckingen, onde fundou dois mosteiros em honra de Santo Hilário.

(† s. VIII)

7.   Em Metz, na Austrásia, actualmente na França, São Crodegando, bispo, que recomendou ao clero a observância claustral com uma norma de vida irrepreensível e promoveu de modo insigne o canto da Igreja.

(† 766)

8.   Na Síria, a paixão de quarenta e dois santos mártires, que, tendo sido presos em Amório da Frígia e conduzidos ao rio Eufrates, suportaram um glorioso combate e receberam vitoriosos a palma do martírio.

(† 848)

9*.    Em Barcelona, na Catalunha, região da Espanha, Santo Olegário, bispo, que tomou também a cátedra episcopal de Tarragona, quando esta antiquíssima diocese foi liberta do domínio dos Mouros.

(† 1137)

10*.   Em Viterbo, na Toscana, região da Itália, a Beata Rosa, virgem, da Ordem Terceira de São Francisco, que se entregou diligentemente às obras de caridade e consumou precocemente o breve curso da sua vida aos dezoito anos de idade.

(† 1253)

11.   Em Gand, cidade da Flandres, na actual Bélgica, Santa Coleta Boylet, virgem, que, depois de passar três anos de rigorosa austeridade, reclusa numa pequena habitação junto da igreja, professou a Regra de São Francisco e reconduziu muitos mosteiros de Clarissas à observância primitiva, promovendo especialmente o espírito de pobreza e de penitência.

 

 

 

(† 1447)