Martirológio Romano

Mar 27, 2017

1.   Em Salzburgo, cidade da Baviera, actualmente na Áustria, São Ruperto, bispo, que viveu primeiramente em Worms e, a pedido do duque Teodão, se dirigiu para a Baviera e edificou uma igreja e um mosteiro em Juvávum, hoje Salzburgo, que dirigiu como bispo e abade e de onde expandiu a fé cristã em toda aquela região.

(† c. 718)

2*.   Em San Severino, no Piceno, actualmente nas Marcas, região da Itália, o Beato Peregrino de Falerone, presbítero, que foi um dos primeiros discípulos de São Francisco e, dirigindo-se como peregrino à Terra Santa, suscitou a admiração dos próprios Sarracenos.

(† 1232)

3*.   Em Quarona, próximo de Novara, no Piemonte, também região da Itália, a Beata Panaceia de’ Múzzi, virgem e mártir, que, depois de ter recebido contínuos maus tratos da sua madrasta, foi finalmente por ela assassinada aos quinze anos de idade quando orava na igreja.

(† 1383)

4*.   Em Turim, também no Piemonte, o Beato Francisco Faà di Bruno, presbítero, que associou diligentemente a ciência da matemática e da física com o ardor das obras de caridade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(† 1888)