Martirológio Romano

Feb 05, 2017

Memória de Santa Águeda, virgem e mártir, que, em Catânia, na Sicília, ainda jovem, no furor da perseguição conservou através do martírio a pureza do corpo e a integridade da fé, dando testemunho de Cristo Senhor.

 

(† c. 251)

2.   No Ponto, território da actual Turquia, a comemoração de vários santos mártires na perseguição do imperador Maximiano: uns submergidos em chumbo derretido, outros atormentados com canas agudas por entre as unhas e a carne e com muitos e repetidos suplícios, mereceram do Senhor a palma e a coroa de glória por tão ilustre martírio.

(† s. III f.)

3.   Em Vienne, na Gália Lionense, na actual França, Santo Avito, bispo, cuja fé e actividade pastoral, no tempo do rei Gondebaldo, defendeu as Gálias da heresia ariana.

(† 518)

4.   Em Sabiona, na Récia, no actual Alto Ádige, região da Itália, São Ingenuíno, que foi o primeiro bispo desta sede.

(† c. 605)

5*.   Na Lucânia, hoje na Basilicata, região da Itália, São Lucas, abade segundo os Padres Orientais, que observou uma intensa vida monástica, primeiramente na Sicília, sua terra natal; depois em vários lugares por causa da invasão dos Sarracenos; finalmente, morreu perto de Armento, no mosteiro dos Santos Elias e Anastásio de Carnone, por ele fundado.

(† 995)

6*.   Em Roma, no mosteiro de São Cesário, São Sabas o Jovem, monge, que, com o seu irmão Macário, durante a incursão dos Sarracenos, propagou incansavelmente a vida cenobítica nas regiões da Calábria e da Lucânia.

(† 995)

7.   Em Bressanone, no território de Trento, hoje Trentino - Alto Ádige, região da Itália, a comemoração de Santo Albuíno, bispo, que transferiu para esta cidade a sede episcopal de Sabiona.

(† 1005/1006)

8*.   Em Colónia, na Lotaríngia, hoje na Alemanha, Santa Adelaide, primeira abadessa do mosteiro de Villich, na qual introduziu a Regra de São Bento e, posteriormente, abadessa também do mosteiro de Santa Maria de Colónia, onde morreu.

(† 1015)

9.   Em Nagasáki, no Japão, a paixão dos santos Paulo Miki e vinte e cinco companheiros, mártires, cuja memória se celebra amanhã.

(† 1597)

10*.   Em Laval, na França, a Beata Francisca Mézière, virgem e mártir, que se dedicou à educação das crianças e ao cuidado dos enfermos e, durante a Revolução Francesa, foi assassinada em ódio à fé.

(† 1794)

11*.   Em Roma, a Beata Isabel Canóri Mora, mãe de família, que, depois de ter sofrido durante muito tempo, com invencível caridade e paciência, a infidelidade do esposo, as angústias económicas e as cruéis hostilidades dos parentes, ofereceu a vida ao Senhor pela conversão, salvação, paz e santificação dos pecadores, agregando-se à Ordem Terceira da Santíssima Trindade.

(† 1825)

12.   Em Valtiervilla, localidade do México, São Jesus Méndez, presbítero e mártir, que morreu pelo reino de Cristo na perseguição mexicana.

(† 1928)