Martirológio Romano

Dec 21, 2017

São Pedro Canísio, presbítero da Companhia de Jesus e doutor da Igreja, que, enviado para a Alemanha, trabalhou denodadamente na defesa e fortalecimento da fé católica com a sua pregação e os seus escritos, entre os quais o célebre «Catecismo». Em Friburgo, cidade da Suíça, descansou dos seus trabalhos.

 

(† 1597)

2.   Comemoração de São Miqueias, profeta, que, nos dias de Joatão, Acaz e Ezequias, reis de Judá, defendeu com a sua pregação os oprimidos, condenou os ídolos e as injustiças e anunciou ao povo eleito que havia de nascer em Belém de Judá o rei prometido desde os tempos antigos, para apascentar Israel com o poder do Senhor.

3.   Na Lícia, na hodierna Turquia, São Temístocles, mártir, que, no tempo do imperador Décio, segundo a tradição, se ofereceu em lugar de São Dióscoro, que era procurado para ser condenado à morte e, torturado no suplício do cavalete, arrastado pelos caminhos e flagelado, alcançou a coroa do martírio.

(† s. III)

4*.   Em Montecerignone, na Flamínia, hoje nas Marcas, região da Itália, o Beato Domingos Spadafora, presbítero da Ordem dos Pregadores, que trabalhou diligentemente no ministério da pregação.

(† 1521)

5.   Em Hanói, no Tonquim, agora no Vietnam, a paixão dos santos André Dung Lac e Pedro Truong Van Thi, presbíteros e mártires, que, ao recusar a ordem de calcar a cruz, consumaram pela degolação o seu glorioso combate. A sua memória celebra-se no dia vinte e quatro de Novembro.

(† 1839)

6*.   Em Koblenz, na Renânia, região da Alemanha, o Beato Pedro Friedhofen, religioso, que, depois de ter desempenhado o ofício de cantoneiro, fundou a Congregação dos Irmãos da Misericórdia de Maria Auxiliadora, pela qual sofreu serena e pacientemente muitas zombarias e tribulações.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(† 1860)