Martirológio Romano

Dec 02, 2017

1.   Comemoração de Santo Habacuc, profeta, que, perante a iniquidade e violência dos homens, anunciou o juízo de Deus, mas também a sua misericórdia, dizendo: «O justo viverá pela sua fé».

2.   Em Roma, Santa Bibiana, mártir, a quem o papa São Simplício dedicou uma igreja no Esquilino.

(† data inc.)

3.   Também em Roma, no cemitério de Ponciano, junto à Via Portuense, São Piménio, presbítero e mártir.

(† s. III/IV)

4.   Em Aquileia, no Friúli, actual região da Itália, São Cromácio, bispo, verdadeiro artífice da paz, que deu remédio às condições dos claustros da Itália destruídos por Alarico e aos sofrimentos dos povos e, explicando sabiamente os mistérios da palavra divina, elevou as almas às realidades celestes.

(† c. 407)

5.   Na ilha de Palmarola, na Ligúria, também região da Itália, o passamento de São Silvério, papa e mártir, que, não querendo reabilitar Antimo, bispo herético de Constantinopla deposto pelo seu antecessor Santo Agapito, por ordem da imperatriz Teodora foi privado da sua sede e enviado para o exílio, onde morreu consumido por muitas tribulações.

(† 537)

6*.   No mosteiro de Groenendaal, na região de Bruxellas, na actual Bélgica, o Beato João Ruysbroeck, presbítero e cónego regrante, que expôs ensinamentos admiráveis dos vários graus da vida espiritual.

(†1381)

7*.   Em Múrcia, na Espanha, a Beata Maria Ângela Astorch, abadessa da Ordem das Clarissas, a qual, muito humilde e dedicada à prática de penitências, dava conforto e bons conselhos, tanto às monjas como aos leigos.

(† 1665)

8*.   Em Logiewniki, localidade da Polónia, o Beato Rafael (Melchior Chylinski), presbítero da Ordem dos Frades Menores Conventuais, que durante a peste visitava os enfermos de Cracóvia, para os assistir piedosamente e proporcionar-lhes uma digna e cristã morte.

(† 1741)

9♦.   Em Manresa, cidade da província de Barcelona, na Espanha, os beatos Jaime Bertino (António Jaime Secases) e Leão Justino (Francisco del Valle Villar), religiosos da Congregação dos Irmãos das Escolas Cristãs e mártires, que, durante a violenta perseguição contra a Igreja, em ódio à religião foi conduzido  ao glorioso martírio.

(† 1936)

10*.   Em Stanislaviv, hoje Ivano-Frankivsk, na Ucrânia, o Beato João Slezyuk, bispo e mártir, que, sob um regime hostil a Deus, exercendo infatigavelmente o seu ministério clandestino entre os fiéis do Rito Bizantino e permanecendo impavidamente fiel a Cristo perante os seus perseguidores, recebeu do Senhor a coroa eterna.

(† 1973)