Martirológio Romano

Nov 19, 2017

1.   Comemoração de Santo Abdias, profeta, que, depois do exílio do povo de Israel, anunciou a ira do Senhor contra os povos inimigos.

2.   Em Cesareia, na Capadócia, hoje Kayseri, na Turquia, São Máximo, corepíscopo e mártir.

(† c. s. III)

3.   Em Brennier, próximo de Vienne, na Gália Lionense, actualmente na França, os santos Severino, Exupério e Feliciano, mártires.

(† c. s. III)

4.   Em Antioquia, na Síria, hoje Antakya, na Turquia, São Barlaão, mártir, que, embora rústico e analfabeto, mas fortalecido pela sabedoria de Cristo, com invencível constância na fé repeliu o fogo e o incenso que lhe punham nas mãos para sacrificar aos ídolos e, pela ferocidade do tirano, alcançou a palma do martírio.

(† c. 303)

5.   Em Heracleia, na Trácia, hoje Mármara, também na Turquia, quarenta santas mulheres, virgens e viúvas, mártires.

(† s. IV)

6*.   Na região de Velay, na Aquitânia, hoje na França, Santo Eudo, abade.

(† c. 720)

7*.   No monte Mercúrio, na Calábria, região da Itália, São Simão, eremita.

(† s. X)

8*.   No mosteiro de Helfta, na Saxónia, região da hodierna Alemanha, Santa Matilde, virgem, que foi mulher de insigne doutrina e humildade, iluminada pelo dom divino da contemplação mística.

(† c. 1298)

9*.   Em Mântua, na Lombardia, região da Itália, o Beato Tiago Benfátti, bispo, da Ordem dos Pregadores, que, além de pacificar as discórdias na cidade, socorreu o povo assolado pela peste e pela fome.

(† 1332)

10*.   Em Garraf, localidade da província de Barcelona, na Espanha, os beatos mártires Eliseu Garcia Garcia, religioso da Sociedade Salesiana, e Alexandre Planas Sauri, que, no tempo da perseguição contra a fé, foram dignos de se associarem ao combate salvífico de Cristo.

(† 1936)