Martirológio Romano

Nov 12, 2017

Memória de São Josafat (João Kuncewicz), bispo de Polotsk e mártir, que incitou com incessante zelo o seu povo à unidade católica, cultivou com piedoso amor o rito bizantino-eslavo e, em Witebsk, na Bielorússia, então sob a jurisdição da Polónia, cruelmente perseguido por uma multidão inimiga, morreu pela unidade da Igreja e defesa da verdade católica.

 

(† 1623)

2.   Em Ancira, na Galácia, hoje Ancara, na Turquia, São Nilo, abade, que, considerado discípulo de São João Crisóstomo, dirigiu muito tempo um mosteiro e difundiu nos seus escritos a doutrina ascética.

(† c. 430)

3.   Em Mull, ilha da Escócia, São Macário, bispo, oriundo da Irlanda, que é considerado discípulo de São Columba e fundador desta Igreja.

(† s. VI in.)

4*.   Em Vienne, na Borgonha, actualmente na França, Santo Hesíquio, bispo, que foi promovido da dignidade senatorial à dignidade episcopal. Foram seus filhos, nascidos anteriormente, Santo Apolinário, bispo da Igreja de Valence, e Santo Avito, que lhe sucedeu na sede de Vienne.

(† d. 552)

5.   Nos montes da região de Cogolla, perto de Berceo, na actual Espanha, Santo Emiliano, presbítero, que, depois de muitos anos de vida eremítica e algum tempo de ministério clerical, abraçou a vida monástica e se tornou célebre pela sua generosidade para com os pobres e pelo dom da profecia.

(† 574)

6.   Em Colónia, na Austrásia, actualmente na Alemanha, São Cuniberto, bispo, que, depois das invasões dos bárbaros, restaurou na cidade e em toda a região a vida da Igreja e a piedade dos fiéis.

(† 663)

7.   Em Daventer, na Frísia, na actual Holanda, São Lebuíno ou Livino, presbítero, que, sendo monge oriundo da Inglaterra, se dedicou a anunciar aos habitantes desta região a paz e a salvação de Cristo.

(† c. 775)

8.   Em Kasimierz, junto ao rio Warta, na Polónia, os santos Bento, João, Mateus e Isaac, mártires, que, enviados a propagar a fé naquela região da Polónia, foram degolados de noite por alguns ladrões. Com eles se comemora também Cristiano, seu servo, que foi enforcado no telhado de uma capela.

(† 1003)

9*.   Em Pisa, na Etrúria, hoje na Toscana, região da Itália, o Beato João Cíni, apelidado «da Paz», que passou do serviço militar ao serviço divino na Ordem Terceira de São Francisco.

(† c. 1335)

10.   Em Alcalá de Henares, na Espanha, São Diogo, religioso da Ordem dos Menores, que, tanto nas ilhas Canárias como no cenóbio de Santa Maria de Ara Caéli, em Roma, se distinguiu pela sua humildade e caridade no cuidado dos enfermos.

(† 1463)

11.   Em Tuliman, cidade do México, São Margarido Flores, presbítero e mártir, que, na grande perseguição contra a Igreja, por ser sacerdote foi preso e fuzilado, coroando assim a vida com um nobre martírio.

(† 1927)

12*.   Em Alcúdia de Carlet, localidade da província de Valência, na Espanha, o Beato José Medes Ferrís, mártir, a quem, durante a perseguição contra a fé cristã, pela sua intrépida fidelidade, o Senhor concedeu a recompensa eterna.

(† 1936)