Martirológio Romano

Nov 11, 2017

Memória de São Martinho, bispo, no dia do seu sepultamento. Nascido de pais gentios na Panónia, no território da hodierna Hungria, e chamado ao serviço militar na Gália, quando era ainda catecúmeno, cobriu com o seu manto a Cristo na pessoa de um pobre. Depois de receber o Baptismo, renunciou à carreira militar, fundou um mosteiro em Ligugé, onde levou vida monástica sob a direcção de Santo Hilário de Poitiers. Depois, ordenado sacerdote e, mais tarde, eleito bispo de Tours, teve sempre em vista o exemplo do bom pastor, fundando em várias localidades outros mosteiros e paróquias, dedicando-se à formação e reconciliação do clero e à evangelização dos rurais, até que, em Candes, foi ao encontro do Senhor.

 

(† 397)

2.   Junto ao lago de Mariótides, no Egipto, São Menas, mártir.

(† s. IV in.)

3.   Em Vence, na Provença da Gália, actualmente na França, a comemoração de São Verão, bispo, que, sendo filho de Santo Euquério, bispo de Lião, foi educado no mosteiro de Lérins e escreveu ao papa São Leão Magno, para lhe agradecer a profissão de fé na encarnação do Verbo contida na sua carta a Flaviano.

(† s. V in.)

4.   Na província de Sâmnio, território da actual Itália, a comemoração de São Menas, solitário, cujas virtudes são mencionadas pelo papa São Gregório Magno.

(† c. 580)

5.   Em Amatonte, próximo de Limassol, na ilha de Chipre, o passamento de São João o Esmoler, bispo de Alexandria, célebre pela sua compaixão para com os pobres, que, movido pela sua generosa caridade, fez construir muitas igrejas, hospitais e orfanatos, sempre solícito para aliviar todas as necessidades da cidade, contribuindo para isso com os bens da Igreja e exortando assiduamente os ricos à prática da beneficência.

(† 620)

6*.   No mosteiro de Malone, no Brabante, na actual Bélgica, São Bertuíno, venerado como bispo e abade.

(† 698)

7.   Em Constantinopla, hoje Istambul, na Turquia, São Teodoro Estudita, abade, que fez do seu mosteiro uma escola de sábios, de santos e de mártires que morreram vítimas das perseguições dos iconoclastas. Foi três vezes deportado para o exílio, teve grande veneração pela tradição dos Padres da Igreja e, para defender a fé católica, escreveu tratados famosos sobre a doutrina cristã.

(† 826)

8.   No mosteiro de Grottaferrata, na região de Frascáti, próximo de Roma, São Bartolomeu, abade, que, nascido na Calábria, foi companheiro de São Nilo, cuja vida depois escreveu; esteve a seu lado até aos seus últimos dias na construção do cenóbio de Frascáti, sob a disciplina ascética dos Padres orientais, que fortaleceu durante o seu governo, convertendo-o numa escola de ciência e de arte.

(† 1065)

9.   Em Nagasáki, no Japão, Santa Marina de Omura, virgem e mártir, que, encarcerada e levada a uma casa pública para escárnio da sua castidade, foi finalmente queimada viva.

(† 1634)

10♦.   Em Verona, na Itália, a Beata Vicenta Maria (Luísa Polóni), virgem, fundadora, juntamente  com o beato Carlos Steeb, do Instituto das Irmãs da Misericórdia de Verona, para socorrer os aflitos, os pobres e os enfermos.

(† 1855)

11*.   Em Laski Piasnica, perto da cidade de Wejherowo, na Polónia, a Beata Alice Kotowska (Maria  Jadwiga Kotowska), virgem da Congregação das Irmãs da Ressurreição do Senhor e mártir, que durante a guerra foi fuzilada por perseverar firmemente na fé de Cristo.

(† 1939)

12*.   Em Sófia, na Bulgária, a paixão do Beato Vicente Eugénio Bossilkov, bispo de Nicópolis e mártir, da Congregação da Paixão de Jesus, que, sob um regime tirano, por se recusar a separar-se da comunhão com a Sé Romana, foi encarcerado e atrozmente torturado e finalmente, sob a acusação de crime de alta traição, condenado à morte e fuzilado.

(† 1952)