Martirológio Romano

Oct 08, 2017

1.   Em Antioquia, na Síria, hoje Antakya, na Turquia, Santa Pelágia, virgem e mártir, que São João Crisóstomo exalta com grandes louvores.

(† c. 302)

2.   Comemoração de Santa Reparata, que é venerada em muitos lugares como virgem e mártir.

(† c. s. IV)

3.   Em Como, na Ligúria, hoje na Lombardia, região da Itália, São Félix, bispo, que, ordenado por Santo Ambrósio de Milão, foi o primeiro bispo desta cidade.

(† s. IV f.)

4.   Em Ruão, na Gália Lionense, actualmente na França, Santo Evódio, bispo.

(† s. V)

5*.   Em Denain, no Hainaut, também na actual França, Santa Ragenfreda, abadessa, que com os seus bens fundou neste lugar um mosteiro, do qual foi digna abadessa.

(† s. VIII)

6*.   Em Génova, na Ligúria, região da Itália, Santo Hugo, religioso, que, depois de ter prestado o serviço militar durante longo tempo na Terra Santa, foi designado para reger a Comenda da Ordem de São João de Jerusalém nesta cidade e se distinguiu pela sua bondade e caridade para com os pobres.

(† a. 1233)

7*.   Em Londres, na Inglaterra, os beatos João Adams, Roberto Dibdale e João Lowe, presbíteros e mártires, que, no reinado de Isabel I, por terem exercido o ministério sacerdotal para o povo católico, foram condenados à morte e, depois de sofrerem atrozes tormentos em Tyburn, alcançaram o reino celeste.

(† 1586)

8♦.     No cemitério de Montcada, na Catalunha, região da Espanha, os beatos Laurentino (Mariano Alonso Fuentes), religioso da Congregação dos Irmãos Maristas e companheiros[1], mártires, que, durante a perseguição contra a fé, pelo seu inquebrantável testemunho de Cristo alcançaram vitoriosamente o reino celeste.

 


[1]  São estes os seus nomes: Alberto Maria (Nestor Vivar Valdivieso), Ângelo André (Lúcio Izquierdo López), Anselmo (Aniceto Falgueras Casellas), Antolín Roig Alibau (António), Epifânio (Fernando Suñer Estrach), Carlos Rafael (Carlos Bregaret Pujol), Dionísio Martinho (José César Mercadal), Félix Leão (Félix Ayúcar Eraso), Filipe José (Firmino Latienda Azpilcueta), Fortunato André (Fortunato Ruiz Peña), Frumêncio (Júlio Garcia Galarza), Gabriel Eduardo (Segismundo Hidalgo Martínez), Gaudêncio (João Tubau Perelló), Gil Filipe (Filipe Ruiz Peña), Hermógenes (António Badia Andalé), Isaías Maria (Vitoriano Martínez Martin), Ismael (Nicolau Ran Goñi), Jaime Raimundo (Jaime Morella Bruguera), João Crisóstomo (João Pelfort Planell), João de Mata (Jesus Menchón Franco), José Carmelo (Gregório Faci Molins), José Frederico (Nicolau Pereda Revuelta), Laureano Carlos (Pedro Sitjes Puig), Leónides (Jerónimo Messegué Ribera), Leopoldo José (Florentino Redondo Insausti), Licarião (Ângelo Roba Osorno), Lino Fernando (Vítor Guriérrez Gómez), Martiniano (Isidro Serrano Pabón), Miguel Ireneu (Leocádio Rodríguez Nieto), Porfírio (Leôncio Pérez Gómez), Prisciliano (José Mir Pons), Raimundo Alberto (Feliciano Ayúcar Eraso), Sílvio (Vitoriano Gómez Gutiérrez), Santos (Santos Escudero Miguel), Teódulo (Lúcio Zudaire Aramendia), Tiago (Serafim Zugaldia Lacruz), Tiago Maria (Tiago Sainz Martínez), Vírgílio (Trifão Nicásio Lacunza Unzu), Víto José (Vito José Elda Arruti), Vítor Conrado (José Ambrós Dejuán), Vítorino José (José Blanch Roca), Vívêncio (João Nuñes Casado), Vulfrano (Raimundo Mill Arán), todos religiosos da Congregação dos Irmãos Maristas.

 

(† 1936)