Martirológio Romano

Oct 25, 2017

1.   Em Roma, no cemitério de Trasão, junto à Via Salária Nova, os santos Crisanto e Daria, mártires, louvados pelo papa São Dâmaso.

(† c. 253)

2.   Em Soissons, na Gália Bélgica, actualmente na França, os santos Crispim e Crispiniano, mártires.

(† c. s. III)

3.   Em Florença, na Etrúria, actualmente na Toscana, região da Itália, São Miniato, mártir.

(† c. s. III)

4.   Em Périgueux, na Aquitânia, na hodierna França, São Frontão, que é considerado o primeiro anunciador do Evangelho nesta cidade.

(† c. s. III)

5.   Em Constantinopla, hoje Istambul, na Turquia, os santos Martírio, subdiácono, e Marciano, cantor, que foram assassinados pelos arianos no tempo do imperador Constâncio.

(† c. 351)

6.   Em Bréscia, na Venécia, actualmente na Lombardia, região da Itália, São Gaudêncio, bispo, que, ordenado por Santo Ambrósio, se distinguiu entre os prelados da sua época pela doutrina e virtude, ensinou o seu povo com a palavra e os escritos e construiu uma basílica que denominou «Concílio dos Santos».

(† c. 410)

7.   No território de Javols, na Gália, actualmente na França, Santo Hilário, bispo de Mende.

(† s. VI)

8*.   Perto de Segóvia, na Hispânia, São Fruto, que levou vida eremítica entre ásperos rochedos.

(† c. 715)

9*.   Em Pécs, na Hungria, Santo Amaro, bispo, que, tendo sido mestre de retórica durante quase toda a sua vida, se fez monge e depois foi abade do mosteiro de São Martinho.

(† 1070)

10*.   Em Vic, na Catalunha, região da Espanha, São Bernardo Calbó, bispo, que, deixando o ofício de juiz, foi monge cisterciense e abade do seu mosteiro; depois, nomeado bispo de Vic, promoveu intensamente a verdadeira doutrina.

(† 1243)

11*.   Em Borgo Sant’ António, no Piemonte, região da Itália, o passamento do Beato Tadeu Machar, bispo de Cork e Cloyne, na Irlanda, que teve de sair da sua pátria, vítima da hostilidade dos poderosos, e, durante a viagem para Roma, descansou no Senhor.

(† 1492)

12*.   Em Nules, povoação próxima de Tortosa, na Espanha, o Beato Recaredo Centelles Abad, presbítero da Irmandade dos Sacerdotes Operários Diocesanos e mártir, que, durante a perseguição contra a Igreja, foi assassinado às portas do cemitério em ódio ao sacerdócio.

(† 1936)

13*.   Em Alcira, na região de Valência, também na Espanha, as beatas Maria Teresa Ferragud Roig e suas filhas Maria de Jesus (Maria Vincenta Masià Ferragud), Maria Verónica (Maria Joaquina Masià Ferragud), Maria Felicidade Masiá Ferragud, virgens da Ordem das Clarissas Capuchinhas, e Josefa da Purificação (Josefa Raimunda Masiá Ferragud), virgem da Ordem das Agostinhas Descalças, todas elas mártires, que, durante a mesma perseguição, mereceram a coroa gloriosa pelo seu inquebrantável testemunho de Cristo.

(† 1936)