Martirológio Romano

Oct 21, 2017

1.       Em Nicomédia, na Bitínia, hoje Izmit, na Turquia, os santos Dásio, Zótico e Caio, que eram servos do imperador Diocleciano e, falsamente acusados de terem incendiado o palácio, foram condenados à morte e lançados ao mar com grandes pedras atadas ao pescoço.

(† 303)

2.       Em Colónia, na Germânia, na hodierna Alemanha, a comemoração das santas virgens que deram a sua vida por Cristo no lugar da cidade onde mais tarde foi levantada a basílica dedicada à jovem Úrsula, virgem inocente, considerada a principal do grupo.

(† c. s. IV)

3.       Na ilha de Chipre, Santo Hilarião, abade, que, seguindo os passos de Santo Antão, depois de passar algum tempo em vida solitária perto da cidade de Gaza, foi fundador e exemplo da vida eremítica nesta região.

(† c. 371)

4.       Comemoração de São Malco, monge, cuja ilustre vida ascética em Marónia, perto de Antioquia da Síria, na actual Turquia, é referida por São Jerónimo.

(† s. IV)

5.       Em Bordéus, na Aquitânia, na actual França, São Severino, bispo, que, originário das terras do Oriente, foi honrosamente recebido por Santo Amando, que o quis como seu sucessor.

(† s. V)

6.       Em Laon, na Gália, também na hodierna França, Santa Cilínia, mãe dos santos bispos Princípio de Soissons e Remígio de Reims.

(† d. 458)

7.       Em Lião, também na Gália, hoje na França, a comemoração de São Viador, leitor, que foi discípulo e ministro de São Justo, bispo de Lião, e o acompanhou no ermo do Egipto e na sua morte.

(† d. 481)

8*.     Em Tréveris, na Austrásia, actualmente na Alemanha, São Vendelino, eremita.

(† s. VII)

9*.     Em Marselha, na Provença da Gália, na hodierna França, São Mauronto, bispo, que foi também abade do mosteiro de São Vítor.

(† c. 780)

10*.   Em Cortona, na Etrúria, hoje na Toscana, região da Itália, o Beato Pedro Capúcci, presbítero da Ordem dos Pregadores, que, meditando sobre a morte, se voltou para as realidades celestes e com fervorosa pregação exortou os fiéis a evitar a morte eterna.

(† 1445)

11♦.   Em Nishizaka, colina de Nagasáki, cidade do Japão, Julião Nakaura, religioso da Companhia de Jesus e mártir.

(† 1633)

12.     Em Seul, na Coreia, São Pedro Yu Tae-ch’ol, mártir, que, com a idade de treze anos, no cárcere exortava os companheiros de cativeiro a suportar os suplícios e, flagelado com cem açoites e depois estrangulado, consumou o seu martírio.

(† 1839)

13♦.   Em Montes de Saja, na Cantábria, no litoral da Espanha, o Beato Estanislau Garcia Obeso, presbítero da Ordem dos Pregadores e mártir, que, no tempo da perseguição, pela sua morte gloriosamereceu passar à felicidade eterna.

(† 1936)

14*.   Em Belencito, povoação próxima de Medellin, na Colômbia, Santa Laura de Santa Catarina de Sena (Laura Montoya y Upegui), virgem, que, com grande sucesso se dedicou a anunciar o Evangelho aos indígenas que ainda desconheciam a fé em Cristo e fundou a Congregação das Irmãs Missionárias de Maria Imaculada e Santa Catarina de Sena.

(† 1949)