Martirológio Romano

Jan 19, 2017

1.   Em Esmirna, hoje Izmir, na Turquia, a paixão de São Germânico, mártir de Filadélfia, que, no tempo dos imperadores Marco Antonino e Lúcio Aurélio, foi discípulo de São Policarpo, a quem precedeu no martírio: condenado pelo juiz ainda na flor da idade juvenil, superou pela graça de Deus o medo da sua fragilidade corporal e provocou espontaneamente a fera para ele preparada.

(† c. 167)

2.   Em Spoleto, na Úmbria, região da Itália, São Ponciano, mártir, que, no tempo do imperador Antonino, crudelissimamente flagelado por amor de Cristo, foi finalmente morto ao fio da espada.

(† s. II)

3.   Na Via Cornélia, a treze milhas de Roma, no cemitério “ad Nymphas”, os santos Mário, Marta, Audifaz e Ábaco, mártires.

(† c. s. IV)

4.   Comemoração de São Macário Magno, presbítero e abade do mosteiro de Cete, no Egipto, que, morto para o mundo e para si, vivia só para Deus, o que ensinava também aos seus monges.

(† c. 390)

5.   Comemoração de São Macário o Alexandrino, presbítero e abade no monte Cete, no Egipto.

(† s. V)

6.   Em Lódi, na Ligúria, actualmente na Lombardia, região da Itália, a comemoração de São Bassiano, bispo, que, para defender o seu povo da heresia dos arianos ainda vigente neste território, lutou com grande ardor juntamente com Santo Ambrósio de Milão.

(† 409)

7.   Em Como, na Lombardia, região da Itália, as santas Liberata e Faustina, irmãs e virgens, que fundaram o mosteiro de Santa Margarida.

(† c. 580)

8*.   Em Dreux, junto de Chartres, na Nêustria, hoje na França, São Lomar, abade do mosteiro de Corbion, hoje Moutiers-au-Perche.

(† c. 593)

9.   Em Ravena, na actual Emília-Romanha, região da Itália, São João, bispo, que, enquanto toda a Itália era devastada pela guerra com os Lombardos, providenciou egregiamente às necessidades da Igreja, segundo o testemunho de São Gregório Magno, que lhe enviou o livro da Regra Pastoral.

(† 595)

10*.   Em Ruão, na Nêustria, actualmente na França, São Remígio, bispo, irmão do rei Pepino, que com grande diligência procurou que se cantasse a salmodia segundo o costume de Roma.

(† c. 762)

11*.   Em Corfu, na Grécia, Santo Arsénio, bispo, pastor de almas muito dedicado ao seu rebanho e assíduo à oração nocturna.

(† s. X)

12*.   Em Sevilha, na Espanha, o Beato Marcelo Spínola y Maestre, bispo, que fundou centros de operários para promover o desenvolvimento da sociedade humana, lutou pela verdade e pela justiça e abriu a sua casa aos indigentes.

(† 1906)