Liturgia diária

Agenda litúrgica

2017-08-10

QUINTA-FEIRA da semana XVIII

S. Lourenço, diácono e mártir – FESTA
Vermelho – Ofício da festa. Te Deum.
Missa própria, Glória, pf. dos mártires.

L 1 2 Cor 9, 6-10; Sal 111, 1-2. 5-6. 7-8. 9
Ev Jo 12, 24-26

* Proibidas as Missas de defuntos, excepto a exequial.
* Na Ordem Franciscana (II Ordem) – I Vésp. de S. Clara de Assis.

 

 

Santo

S. LOURENÇO, diácono e mártir

 

 

Martirológio

Festa de São Lourenço, diácono e mártir, que, desejando acompanhar o papa Sisto também no martírio, como refere São Leão Magno, ao receber a ordem de entregar o tesouro da Igreja, mostrou ao tirano os pobres alimentados e vestidos com os bens recebidos em esmola; três dias depois do martírio de Sisto, superou as chamas pela sua fé em Cristo, e os instrumentos do seu suplício converteram-se em insígnias do seu triunfo. O seu corpo foi sepultado em Roma, no lugar chamado Campo Verano, no cemitério que recebeu o seu nome.

 

2.   Comemoração dos santos mártires, que em Alexandria, no Egipto, durante a perseguição do imperador Valeriano, no tempo do prefeito Emiliano, depois de terem suportado diversas e refinadas torturas por longo tempo, alcançaram com vários géneros de morte a coroa do martírio.

3*.   Em Dunblane, na Escócia, São Blano, bispo.

4*.   Em Alcamo, na Sicília, região da Itália, o Beato Arcângelo de Calatafíni Piacentíni, presbítero da Ordem dos Menores, insigne pela austeridade da sua vida e pelo amor à solidão.

5*.   Em Iki, cidade do Japão, o Beato Agostinho Ota, religioso da Companhia de Jesus e mártir, que por Cristo foi degolado.

6*.   Num barco-prisão ancorado ao largo de Rochefort, na França, os beatos Cláudio José Jouffret de Bonnefont, da Sociedade de São Sulpício, Francisco François, da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, e Lázaro Tiersot, da Ordem Cartusiana, presbíteros e mártires, que, durante a Revolução Francesa, encerrados na sórdida galera, por causa do sacerdócio consumaram o seu martírio.

7*.   No lugar chamado El Saler, próximo de Valência, na Espanha, o Beato José Toledo Pellicer, presbítero e mártir, que, plenamente configurado com Cristo, Sumo Sacerdote, a quem fielmente servira, O imitou com o triunfo do martírio.

8*.   Em Valência, também na Espanha, o Beato João Martorell Sória, presbítero da Sociedade Salesiana e mártir, que sofreu o martírio na mesma perseguição. Com ele é também comemorado o Beato mártir Pedro Mesonero Rodríguez, religioso da mesma Sociedade, que, em Vedat de Torrent, povoação do território de Valência, em dia desconhecido deu testemunho de Cristo, coroado com o martírio.

9*.   No campo de concentração de Dachau, próximo de Munique da Baviera, na Alemanha, os beatos Francisco Drzewiecki, da Congregação da Pequena Obra da Divina Providência, e Eduardo Grzymala, presbíteros e mártires, naturais da Polónia, que, durante a devastação da sua pátria em tempo de guerra, foram deportados para uma prisão estrangeira pelos perseguidores da fé e, envenenados pela inalação de gás mortífero, foram ao encontro de Cristo.