Liturgia diária

Agenda litúrgica

2017-05-12

SEXTA-FEIRA da semana IV

B. Joana de Portugal, virgem – MF
S. Nereu e S. Aquileu, mártires – MF
S. Pancrácio, mártir – MF
Branco ou verm. – Ofício da féria ou da memória.
Missa da féria ou da memória, pf. pascal.
L 1 Act 13, 26-33; Sal 2, 6-7. 8-9. 10-11
Ev Jo 14, 1-6

* Na Diocese de Aveiro – B. Joana de Portugal, Padroeira principal da Diocese e da Cidade. Na Cidade de Aveiro – SOLENIDADE; nas outras igrejas da Diocese – FESTA
* Na Ordem Agostiniana – B. Guilherme Tirry, presbítero e mártir – MF
* Na Ordem dos Franciscanos Capuchinhos – S. Leopoldo Mandic de Castelnuovo, presbítero, da I Ordem – MO
* Na Ordem de São Domingos – B. Joana de Portugal, virgem – MO
* Na Congregação dos Missionários do Preciosíssimo Sangue – Nossa Senhora, Mãe da Misericórdia – MF
* Na Prelatura da Santa Cruz e Opus Dei – B. Álvaro del Portillo, bispo – MO
* Nas Dioceses de Cabo Verde – Ofício e Missa da féria.
* Na Diocese de Leiria-Fátima – I Vésp. de Nossa Senhora de Fátima.
* Na Ordem Cartusiana – I Vésp. de Nossa Senhora de Fátima.
* Na Congregação das Irmãs Reparadoras de Nossa Senhora de Fátima – I Vésp. de Nossa Senhora de Fátima.
* Na Congregação das Servas de Nossa Senhora de Fátima – I Vésp. de Nossa Senhora de Fátima.
* Nas Irmãzinhas dos Anciãos Desamparados – I Vésp. de Nossa Senhora dos Desamparados.

 

Missa

 

ANTÍFONA DE ENTRADA Ap 5, 9-10
Vós nos resgatastes, Senhor, com o vosso Sangue,
de todas as tribos, línguas, povos e nações,
e fizestes de nós, para Deus, um reino de sacerdotes. Aleluia.


ORAÇÃO COLECTA
Senhor, fonte da liberdade e da salvação, ouvi a voz das nossas súplicas e fazei que vivam por Vós e em Vós encontrem a felicidade eterna aqueles que remistes pelo Sangue do vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.


LEITURA I Actos 13, 26-33
«Deus cumpriu a sua promessa, ressuscitando Jesus»

As passagens da história da salvação recordadas pelo Apóstolo desde o principio deste discurso, apresenta-as ele hoje como tendo sido realizadas em Jesus no seu mistério pascal. É uma promessa que vem de longe, desde os tempos dos seus pais, os antigos patriarcas do povo de Deus, e que Deus cumpriu ao ressuscitar Jesus de entre os mortos. De facto, o mistério pascal é a síntese e o vértice para onde caminha toda a história da salvação.

Leitura dos Actos dos Apóstolos
Naqueles dias, disse Paulo na sinagoga de Antioquia da Pisídia: «Irmãos, descendentes de Abraão e todos vós que temeis a Deus, a nós foi dirigida esta palavra da salvação. Na verdade, os habitantes de Jerusalém e os seus chefes não quiseram reconhecer Jesus, mas, condenando-O, cumpriram as palavras dos Profetas que se lêem cada sábado. Embora não tivessem encontrado nada que merecesse a morte, pediram a Pilatos que O mandasse matar. Cumprindo tudo o que estava escrito acerca d’Ele, desceram-no da cruz e depuseram-n’O no sepulcro. Mas Deus ressuscitou-O dos mortos e Ele apareceu durante muitos dias àqueles que tinham subido com Ele da Galileia a Jerusalém e são agora suas testemunhas diante do povo. Nós vos anunciamos a boa nova de que a promessa feita a nossos pais, Deus a cumpriu para nós, seus filhos, ressuscitando Jesus, como está escrito no salmo segundo: ‘Tu és meu Filho, Eu hoje Te gerei’».
Palavra do Senhor.


SALMO RESPONSORIAL Salmo 2, 6-7.8-9.10-11 (R. 7)
Refrão: Tu és meu Filho, Eu hoje Te gerei. Repete-se
Ou: Aleluia. Repete-se

«Fui Eu quem ungiu o meu Rei
sobre Sião, minha montanha sagrada».
Vou proclamar o decreto do Senhor.
Ele disse-me: «Tu és meu filho, Eu hoje te gerei. Refrão

Pede-me e te darei as nações por herança
e os confins da terra para teu domínio.
Hás-de governá-los com ceptro de ferro,
quebrá-los como vasos de barro». Refrão

E agora, ó reis, tomai sentido,
atendei, vós que governais a terra.
Servi o Senhor com temor,
aclamai-O com reverência. Refrão


ALELUIA Jo 14, 6
Refrão: Aleluia Repete-se

Eu sou o caminho, a verdade e a vida, diz o Senhor;
ninguém vai ao Pai senão por Mim. Refrão


EVANGELHO Jo 14, 1-6
«Eu sou o caminho, a verdade e a vida»

As grandes revelações da última Ceia, o tom directo das palavras de Jesus, são um belo testamento do seu Coração. No limite da sua vida terrena, quando os seus inimigos pensam ver tudo acabado, Jesus afirma-Se claramente como o caminho por onde os homens podem chegar ao Pai, e a sua morte é realmente a porta por onde passa este caminho, que os leva à vida.

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Não se perturbe o vosso coração. Se acreditais em Deus, acreditai também em Mim. Em casa de meu Pai há muitas moradas; se assim não fosse, Eu vos teria dito que vou preparar-vos um lugar? Quando Eu for preparar-vos um lugar, virei novamente para vos levar comigo, para que, onde Eu estou, estejais vós também. Para onde Eu vou, conheceis o caminho». Disse-Lhe Tomé: «Senhor, não sabemos para onde vais: como podemos conhecer o caminho?» Respondeu-lhe Jesus: «Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por Mim».
Palavra da salvação.


ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS
Acolhei benignamente, Senhor, os dons da vossa família e concedei-lhe o auxílio da vossa protecção, para que não perca as graças recebidas e alcance os bens eternos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Prefácio pascal


ANTÍFONA DA COMUNHÃO Rom 4, 25
Cristo foi entregue à morte pelos nossos pecados
e ressuscitou para nossa justificação. Aleluia.


ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO
Guardai sempre, Senhor, com paternal bondade o povo que salvastes, para que se alegrem com a ressurreição do vosso Filho aqueles que foram redimidos pela sua paixão. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

 

 

Santo

B. JOANA DE PORTUGAL, virgem

 

S. NEREU e S. AQUILEU, mártires

 

S. PANCRÁCIO, mártir

 

 

Martirológio

São Nereu e Santo Aquileu, mártires, que, como narra o papa São Dâmaso, se tinham alistado como soldados e, constrangidos pelo temor, se preparavam para obedecer às ímpias ordens do magistrado; mas, convertidos ao verdadeiro Deus, deitaram fora os escudos, armaduras e dardos, abandonaram o acampamento e, confessando a fé de Cristo, gozaram o seu triunfo. Neste dia foram sepultados os seus corpos no cemitério de Domitila, junto à Via Ardeatina de Roma.

 

São Pancrácio, mártir, que, segundo a tradição, ainda adolescente morreu por Cristo, também em Roma, a duas milhas na Via Aurélia. Sobre o seu sepulcro, o papa São Símaco levantou uma célebre basílica, e o papa São Gregório Magno reuniu frequentemente o povo nesse lugar, para que ali compreendesse o testemunho do verdadeiro amor cristão. Comemora-se neste dia o seu sepultamento.

 

Beata Joana de Portugal, virgem, filha do rei Afonso V, que, recusando repetidamente as núpcias, preferiu servir na Ordem dos Pregadores, tornando-se refúgio dos pobres, dos órfãos e das viúvas e, depois de uma vida de extraordinária piedade, morreu no mosteiro dominicano de Aveiro, cidade de Portugal.

4.   Em Axiópolis, na Mésia, hoje Cernavoda, na Roménia, São Cirilo, que consumou o martírio juntamente com seis companheiros.

5.   Em Salamina, na ilha de Chipre, Santo Epifânio, bispo, que, dotado de excelente erudição e conhecimento da literatura sagrada, foi também admirável na santidade de vida, zelo pela fé católica, liberalidade para com os pobres e dom de milagres.

6.   Em Agira, na Sicília, região da Itália, São Filipe, presbítero, oriundo da Trácia.

7.   Em Tréveris, na Renânia, região da Austrásia, actualmente na Alemanha, São Modoaldo, bispo, que construiu e favoreceu igrejas e mosteiros, instituiu várias comunidades de virgens e foi sepultado junto da sua irmã Severa.

8*.   No mosteiro de Marchiennes, no território de Cambrai da Austrásia, actualmente na França, Santa Rictrudes, abadessa, que, depois da morte violenta do seu esposo Adabaldo, aconselhada por Santo Amando tomou o sagrado véu e com admirável sabedoria dirigiu as virgens sagradas.

9.   Em Constantinopla, hoje Istambul, na Turquia, São Germano, bispo, insigne pela sua virtude e sabedoria, que refutou com grande firmeza o edito promulgado pelo imperador Leão, o Isáurico, contra as sagradas imagens.

10.     Em Castela, região da Espanha, no lugar posteriormente designado com o seu nome, São Domingos da Calçada, presbítero, que construiu pontes e caminhos para uso dos peregrinos que se dirigiam a São Tiago de Compostela e providenciou com grande piedade às suas necessidades nas celas e estalagens por ele preparadas.

11*.   Em Bolonha, na Emília-Romanha, região da Itália, a Beata Imelda Lambertíni, virgem, que, recebida desde tenra idade entre as monjas da Ordem dos Pregadores, ainda muito jovem, depois de ter comungado com extraordinária devoção a Eucaristia, imediatamente entregou o seu espírito a Deus.